Propinas.

"Vivemos na tuga, um país que até é bem tranqüilo 
Se me dessem a escolher não dava um vacilo"
Da Weasel - Joaninha (Bem-vinda)
Também eu, em tempos, pensei assim. Já senti um orgulho imenso neste país aqui à beira-mar plantado, discreto mas com tantas coisas boas. O que eu não sabia, nessa altura, é que havia outras tantas más, tão más que levaram o país à desgraça em que está hoje.
Em conversa com o meu pai, e como sempre acontece, fiquei actualizada em inúmeros assuntos. Um deles tem a ver comigo e com o meu curso superior. Tive conhecimento há pouco (com tanto trabalho e estudo ando super desactualizada) que, no próximo ano lectivo, vão aumentar as propinas na ESTM. Não é óptimo??? Eu já tive de pedir um crediformação para pagar as minhas, crédito esse que é uma das razões para eu ir para fora, pois terei de o pagar. 
Não é irónico, esta coisa de tirar um curso superior neste país?! Há estudantes a passar fome para tirar um curso superior e, no fim, nese país, não lhes serve de coisa nenhuma. O mais triste é que isto não é desencorajar quem pensa tirar cursos superiores, é a mais pura das verdades!
Das duas uma: ou se ingressa num curso superior para ir para fora e ter algum futuro, ou mais vale acabar o 12º ano e ir logo trabalhar (sem gastar balurdios em propinas, rendas, alimentação e etc) para ter, pelo menos, o que comer. 
Juro que me parte o coração imaginar pessoas que fazem uma refeição por dia, quando fazem, para tirar um curso. Que merda de situação, a deste país!
By Sara às 00:26 | comentar | favorito