Coisas que me deixam parva

 

Pedintes! A sério... sem querer ser má, há com cada um!!! Ora digam-me se é normal:

 

  • Há umas semanas (muitas, ainda o Mário estava cá!) fomos, eu, ele, a minha irmã e a Eva, apanhar o metro a Sete Rios para ir para o Pragal. Comprámos bilhete e fomos até à rua, para eles fumarem um cigarro. Chega ao pé de nós uma senhora que diz "desculpem, eu tenho imensa vergonha de pedir isto mas... eu esqueci-me da minha carteira e queria comer qualquer coisa. Não me arranjam 2€". Eu e a minha irmã olhamos para ela, magrérrima e com ar de agarrada e como a vida não está fácil para ninguém lá dissemos que não tinhamos. Não é que hoje, ao chegar a Sete Rios vinda de Almada, vejo a dita senhora que me pede dinheiro outra vez??? Se me sentia mal ao pensar que não lhe tinha dado da outra vez, esta confirmou-me que não se esqueceu da carteira bosta nenhuma!
  • Outra: estava eu, a minha irmã e o João num café em Almada. O João acaba de almoçar e, enquanto fumam o seu cigarro, chega um senhor a vender a revista Cais (se não me engano). Lá tivemos de lhe dizer um "não obrigada" e continuou a insistir, com um "tenho fome". Por acaso não tinhamos moedas (pagámos o almoço com multibanco) e explicámos-lhe isso mesmo, mas não ficou por aí. Viu que o prato do João ainda tinha carne e duas batatas (uma e meia, vá :p) e perguntou se podia ficar com o resto. Claro que o João lhe esticou o prato, de boa vontade. E não é que o homem se vira, com uma grande lata, aponta para o saco dos talheres e diz: "põe no papel!"...! "Como?!"; "Põe no papel. Se faz favor...". A sério... que lata! O João ainda lhe meteu a comida dentro da caixa dos nuggets e lá foi ele. Enfim..!
Desculpem-me mas eu não acho normal. Há pessoas que se nota, de caras, que o que pedem é para droga e ainda têm lata de pedir aos outros dinheiro para os vicios. Fodasse, quem não tem dinheiro não tem vicios! E sim, é mais fácil falar que fazer, disso sei eu. Mas e dignidade, não?
E há outras que, para além de fazerem má cara quando estão a pedir e quando levam com um 'não' (tipo que são os únicos em crise) ainda exigem.. please!
E outra coisa que odeio é que os paizinhos metam os miudos a pedir. Com que cara dizemos não a um miudo que pede "uma moedinha para comer, que tenho fome"??
By Sara às 23:46 | comentar | favorito